Procedimentos Não Cirúrgicos

Harmonização Facial

O envelhecimento facial ocorre pela absorção óssea, pela perda da elasticidade da pele e pela queda dos tecidos moles (gordura e músculos) devido à ação da gravidade.

Há 2 tipos de envelhecimento: intrínseco e extrínseco. O intrínseco tem a ver com questões genéticas, familiares ou raciais. E independe da nossa vontade. O extrínseco é causado pelo modo de vida da pessoa, pela exposição excessiva ao sol sem proteção, tabagismo, ingestão de álcool, dieta pobre em nutrientes, ganho e perda de peso (efeito sanfona). Estes fatores predispõem ao aparecimento de manchas na pele, rugas e flacidez. As pessoas que usam muito as expressões ao falar também têm tendência ao aparecimento precoce de rugas.

As medidas de prevenção incluem os cuidados com a textura da pele, evitar variações de peso, limitar a exposição solar, inclusive utilizando filtros bloqueadores solares e não fumar. O tratamento dependerá do grau de envelhecimento da pele, do resultado esperado pelo paciente e de uma criteriosa avaliação médica.

Fazemos uma avaliação da face e sugerimos um plano de rejuvenescimento e harmonização, com todas as possibilidades de tratamento cabíveis para restaurar o equilíbrio facial. De acordo com as necessidades e interesses individuais de cada paciente, encaminhamos também para avaliações complementares com profissionais de outras áreas (dermatologia, odontologia, fonoaudiologia, fisioterapia, …)

Podemos indicar procedimentos conservadores de efeito quase imediato, como a aplicação de toxina botulínica, e os preenchimentos de sulcos faciais.

Podemos lançar mão das cirurgias estéticas, que englobam a rinoplastia (cirurgia nasal para fins estéticos), a otoplastia (para correção das orelhas em abano), a blefaroplastia (retirada de excesso de pele nas pálpebras), a frontoplastia endoscópica (elevação das sobrancelhas). Cada caso é um caso e a avaliação é sempre personalizada, de acordo com as características e expectativas do paciente.